Buscar
  • Pride Saúde Integrada

A importância de aumentar a diversidade no trabalho.


Em uma pesquisa feita pela Fundação de Direitos Humanos, aponta que as pessoas que trabalham na área das ciências, tecnologia, engenharia e matemática são mais abertas sobre sua orientação sexual em comparação com outras áreas.

A pesquisa mostra que 57% dos participantes são abertos sobre sua orientação sexual. Em outras profissões, essa porcentagem cai para 47%. A pesquisa reforça a importância de aumentar a diversidade no trabalho. Os participantes da pesquisa afirmaram se sentir mais confortáveis para revelar a sua orientação sexual quando cercados por mulheres.

“Em geral, há um estereótipo de que cientistas são homens, heterossexuais e brancos. As mulheres, por si só, desafiam essa ideia, então faz sentido que cientistas LGBT se sintam mais à vontade entre elas” afirma Jeremy Yoder, estudante de ecologia evolutiva.

De acordo com o autor da pesquisa, o aumento da diversidade criaria um efeito positivo em outras áreas. Ambientes com um maior equilíbrio de gênero tenderiam a torna-se mais abertos às diferentes orientações sexuais, locais com maior diversidade étnica poderiam ser mais tolerantes com outras expressões culturais, assim por diante.

Fonte: Revista Galileu, Marília Marasciulo.

.

.

.

#direitoshumanos #cultura #woman #lgbtq🌈#gênero #psicologia #pride

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo